Conteúdos | OS 3 NÍVEIS DE VERIFICAÇÃO DE SEGURANÇA

Ao concebemos o projeto de um selo ou documento de segurança (seja na forma de selos holográficos, documentos oficiais ou lacres) é sempre importante respondermos a seguinte pergunta: segurança para quem?

Desejamos que usuários leigos sejam capazes de identificarem os elementos de segurança? É necessário incluir elementos destinados à fiscalização de campo? Existem situações em que a avaliação pericial (e forense) será necessária? Estas questões são muito pertinentes pois, dependendo do tipo de tecnologia de segurança, a sua verificação será efetuada em diferentes níveis:

  • 1º Nível – Verificação a Olho Nú: destinada ao público leigo e independente de equipamentos ou procedimentos especiais (exemplo: imagens holográficas);
  • 2º Nível – Verificação de Auditoria ou de Fiscalização: exige ferramentas especiais simples e são adequadas ao trabalho de campo (exemplo: micro e nano textos, imagens ocultas UV, imagens codificadas);
  • 3º Nível – Verificação Pericial: exige instrumentos e procedimentos sofisticados, encontrados apenas nos melhores laboratórios forenses (exemplo: nanodispositivos, tipos de fibras de papel, rastros de DNA).

Importante: muitas soluções apresentam-se altamente seguras nos níveis pericial ou de auditoria, mas falhas na verificação de primeiro nível, levando os fraudadores a agirem na simulação dos elementos de segurança.

Clientes atendidos